Jacques Derrida e Walter Benjamin: Considerações em torno da Parábola “Diante da Lei”

O princípio de acordo com o qual estatuo: a culpa está sempre acima de qualquer dúvida. (Kafka, Na Colónia Penal, 2004, p. 186) Assim, como o diz Kafka, existe uma esperança infinita, simplesmente ela não é para nós. Esta frase contém realmente a esperança de Kafka. É a fonte da sua irradiante serenidade. (Benjamin, Briefe II, 1993, p. 763) Permanece algo de obscuro e profundamente … Continue a ler Jacques Derrida e Walter Benjamin: Considerações em torno da Parábola “Diante da Lei”